Moda, Tendências

Armário Cápsula – Uma escolha consciente

armario-capsula-uma-escolha-consciente

Com o infindável número de peças expostas ultimamente em vitrines ao redor do mundo e a alta do ‘fast-fashion’, ter um guardarroupa enxuto e útil tem soado como uma verdadeira utopia – principalmente entre a ala feminina. Contudo, não é impossível e, em sua maioria, muito mais útil. E devido ao consumo exarcebado nos últimos tempos, uma blogueira americana decidiu andar na linha inversa e criar o ármario cápsula.

Foto: Internet
Foto: Internet

Ao perceber que acumulava muita coisa e não as utilizava, a americana decidiu simplificar sua vida (e otimizar seu tempo) e escolheu cerca de 40 peças do seu guardarroupa para utilizar durante a estação do momento e o restante deixou guardado. A cada mudança de estação, ela substitui as peças. A atitude tem sido copiada ao redor do mundo e traz consigo uma mudança positiva, pois fomenta a escolha consciente de consumo – em tempos de exploração de mão de obra em países de 3º mundo, a atitude mostra-se bem-vinda.

Quem nunca comprou aquela calça colorida por impulso que nunca foi usada ou aquele vestido lindo para uma festa de casamento e nunca mais reaproveitou. E em tempos de pobreza crise, pensar duas vezes antes de gastar é uma boa pedida. Pensando em ajudar vocês (e a nós mesmas), leitores, nós da Quarta Essência resolvemos dar umas dicas sobre o assunto, confere aí:

  • Comece pelas roupas que você não usa com frequência; quais você realmente usa? Faça uma pilha do que você não utiliza mais e doe/venda;
  • Não sabe o que escolher? Dê preferência a peças-chave, como exemplo calça jeans, blusas lisas, vestidos que você possa usar de dia e a noite. Claro que você não deve ser radical, conserve peças de festa. Sapatos? Defina um número X e dê, também, preferência aos confortáveis e que você usa com mais frequência;
  • Leve em conta o clima da sua cidade. Para que deixar no guardarroupa aquele vestido de frio se você mora no Nordeste?
  • Faça uma mesclagem entre peças coringa, como calças jeans ou blusas lisas com peças estampadas que você tem apego, assim fica mais fácil de otimizar a utilização;
  • Criar um catálogo das peças que você tem é uma boa ideia! Tire foto das peças e ponha em uma pasta no computador, celular, iPad… Onde queira. Fica mais prático para combinar peças;
  • Calma, isso não quer dizer que você nunca mais deverá comprar roupas, mas é uma forma de frear seu lado consumista, encher seu cofrinho de moedas e te deixar alerta sobre escolhas conscientes e de qualidade.

Nós, da Quarta Essência, aderimos a escolha. Eu, porque me mudei de país 3 vezes nesses últimos anos e me vi louca com malas e excessos de bagagem (o que não é nem um pouco cool, quando você vê o tanto de porcaria que você acumula) e Paula por querer ser mais consciente em relação a escolhas. Espero que tenhamos te ajudado com a dica! Quer doar peças para quem precisa? Fala aqui e te indicamos locais de doação!

Flávia Motta

Flávia é alagoana, jornalista, baixinha e chata. Formada pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió, já atuou em diferentes segmentos da comunicação ~ assessoria, website, TV e revista impressa/eletrônica ~ e nos últimos dois anos e meio viveu nos Estados Unidos e França (onde vive atualmente). É fã de música, cerveja e uma porrada de coisas inúteis que prefere fingir que não sabe. Acredita piamente que a informação amplia nosso olhar e, talvez, melhore nossa essência.

Comentários no Facebook