Estilo de Vida

Ano novo: cadê meu planejamento?

ano-novo-cade-meu-planejamento

A cada início de ano (quase) todos nós fazemos as famosas listas de ‘o que fazer para este ano’ ou, americanizando, as famosas ‘to-do list’. Que não realizemos nem metade do que escrevemos não importa, o importante é entrar o ano novo com metas para que nos impulsione a crescer e nos dê ânimo de correr atrás dos objetivos em meio às distrações e pancadas da vida, certo? Mentira! Importa sim, porém na turbulência do dia a dia as vezes dificulta acompanhar essas metas. Lendo sobre essas ideias de resoluções e afins, percebi que o conceito do Bullet Journal se encaixa bastante no quesito rastreamento de metas (que em português pode ser traduzido como um diário de munições, fazendo uma ligação entre afazeres e munições).

O bullet journal nada mais é do que uma agenda rústica, criada por você mesmo e te dá a chance de acompanhar seu passado, presente e futuro. Eu sei, soa meio estranho, mas basicamente é isso. A ideia, criada pelo designer americano Ryde Carroll , ganhou fama justamente pela possibilidade de fazer com que pudéssemos acompanhar e consolidar hábitos ao longo do ano e ver seu desenvolvimento de forma mais flexível.

Como montar seu bullet journal

Com uma agenda, um caderno ou qualquer bloco de notas em um tamanho médio em branco e caneta você pode montar seu bullet journal semestral ou anual. A ideia cai como um par de luvas para os amantes de listas de afazeres, para os que preferem ter suas agendas em papel ao invés de mantê-las em eletrônicos e, obviamente, para quem quer acompanhar hábitos e ser mais organizado nesta vida tão corrida! ~Amantes de canetinhas coloridas entram em êxtase~

Para facilitar seu entendimento, dá uma checada no vídeo abaixo:

Espero que a dica tenha sido bacana! =) Feliz ano novo!

Flávia Motta

Flávia é alagoana, jornalista, baixinha e chata. Formada pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió, já atuou em diferentes segmentos da comunicação ~ assessoria, website, TV e revista impressa/eletrônica ~ e nos últimos dois anos e meio viveu nos Estados Unidos e França (onde vive atualmente). É fã de música, cerveja e uma porrada de coisas inúteis que prefere fingir que não sabe. Acredita piamente que a informação amplia nosso olhar e, talvez, melhore nossa essência.

Comentários no Facebook